Pular para o conteúdo principal

PEDAÇOS

Vou deixando pelas estradas
projetos inacabados
amizades recém-começadas
sentimentos de alegria.

Vão ficando os pedaços
de coisas que sonhara grandes
e lindas
muitas vezes, guardadas em caixas
encapadas e etiquetadas
dentro de um armário de materiais
e idéias para fazer amanhã.

Tantas coisas perdi no espaço
de dias sem tempo
para executar uma obra,
visitar uma amiga,
paparicar uma irmã,
viajar com os filhos.

Tantos sorrisos da mãe,
do pai
deixei de sorrir...

Tanto de mim perdeu-se
nas horas em que a agonia e a angústia
levaram-me as forças
e tudo o que queria fazer
não passava da vontade
em minha mente.

Começar e terminar um caminho
correr tal qual um rio
levando, abrindo vertentes
seguindo até não poder parar.

Meus pedaços ficaram
perderam-se ou incorporaram-se
ao tempo que não soube conter.
Helena Rosali

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PATCHWORK

Carteira matrioskas Panô de costura e chaveiro Bolsa vintage Panô de costura e chaveiro

NETINHO

Netinho

Meu netinho querido, te esperei tanto e, por tantos anos desejei olhar seus olhos e sorrir teu sorriso brincar de vozinha com brinquedos pela casa e cheiro de bolo assando no forno Seu riso correndo no jardim seus pés de barro sujando a casa limpa, a pipoca esparramada no chão da sala e o desenho animado repetido incontavelmente assistido com você. Querido do meu coração, um dia vou te contar histórias de brinquedos e invenções que presenciei, que criei. Vou falar de sonhos e tradições de nossas famílias. Vou te contar o modo fácil de aprender sobre a vida deixar que você sorria de meus cabelos brancos e pergunte: Por que são brancos vozinha? Certamente direi: Cada um desses fios brancos representam o amor de tantos dias importantes que enriqueceram minha vida, para que pudesse te encontrar hoje e contar pérolas entesouradas no baú da experiência. Helena Rosali