Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

haver e ouvir

Como passou o tempo!!!!! Houve silêncio Ouve o silêncio Ecoando na fala muda! Houve um motivo Ouve o motivo PC formatado Dados perdidos! Encontro de novo o som da palavra a ser dita e o som da música de primavera com cheiro de flor, mas ainda é inverno.

Helena Rosali

No calor da sombra das árvores

No calor da sombra das árvores Os sonhos passam tal qual criança Pela doce infância.
No inverno seco O fogo das cobranças destroem os dias Envelhecem a alma.
A chuva morna do verão Busca um caminho pelas encostas da vida Mas não existe nada além de uma represa No fim da estrada.
Onde encontrar forças suficientes Para exercer pressão sobre a represa Até que ela venha a se romper?
Um verão se foi, outro verão se vai, A vida em seu curso segue tranquila, As pessoas é que morrem
Tentando domá-la.
Helena Rosali

A Água e a Vida

Como a água que se deixa levar montanha abaixo, Obediente e sem resistência segue ao encontro de seu destino: Um rio ou o mar ou ainda uma poça, Mas ainda assim, segue suave ou rapidamente. Se entrega para viver, de qualquer forma viver. Eu, tal qual a água, existo dentro de uma represa À espera de que ela venha a se romper E possa seguir um curso Para o rio ou para o mar E assim viver, de verdade viver.

Helena Rosali

Tapetes de xícara (mug rug)

Friozinho chegando,
Chuva cantarolando nas calçadas
E joguinhos de chá
para enfeitar a mesa.