quarta-feira, 10 de abril de 2013

Barulho da alma

A noite entrando pela janela
reclama a falta de silêncio
na sala amarela
e cheia de quadros das artes
inspiradoras de dias inquietos.

O barulho dos pensamentos
abstraem nas imagens de dias
cheios de risadas e crianças
correndo pela casa.

Mas a noite reclama
da falta de silêncio pois ouve
o barulho da minha alma
em busca do que já passou!

Helena Rosali

Um comentário: