terça-feira, 22 de novembro de 2011

Uma senhora

Um coração em prantos recosta-se nas grades
da memória e implora que dias melhores aconteçam!
Vi uma senhora indígena, linda em seu vestido preto de flores minúsculas, sentada na calçada da casa vizinha.
Ao seu lado havia uma sacola com roupas, alimentos, que certamente foram ofertados por alguma alma boa. Em seu colo um pratinho de plástico com pão.
Era linda, linda como uma pintura divina. Olhos fitando o chão enquanto sorvia seu almoço.
Senti a angústia em seu semblante. O abandono em seus olhos tristes.
Ainda chora minha alma com a lembrança daquela linda senhora à beira da vida.
Helena Rosali

Nenhum comentário:

Postar um comentário